Astrônomos dizem que o universo está se expandindo mais rápido do que o esperado Download MP3• Elite Music - Walcyr News

Ads link

Astrônomos dizem que o universo está se expandindo mais rápido do que o esperado

Astrônomos dizem que o universo está se expandindo mais rápido do que o esperado

Astrônomos dizem que o universo está se expandindo mais rápido do que o esperado


Os astrônomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA para determinar que o universo está se expandindo mais rápido do que o esperado. A equipe mediu a taxa de expansão, chamada constante de Hubble, usando lentes gravitacionais. Essa é uma nova técnica que é completamente independente de qualquer método anterior de medir a expansão.

 O estudo foi liderado por um grupo chamado H0LiCOW COSMOGRAIL, que significa monitoramento COsmological de lentes gravitacionais. A equipe é um grande projeto internacional iniciado por astrofísicos da EPFL para monitorar lentes gravitacionais. Esta é a medida mais precisa ainda usando o método de lentes gravitacionais.

 Nesse método, a gravidade de uma galáxia em primeiro plano age como uma lente de aumento gigante, amplificando e distorcendo a luz dos objetos de fundo. Os resultados da medição sugeriram uma taxa de expansão mais rápida no universo local do que o esperado. A equipe calculou o valor constante do Hubble de 73 quilômetros por segundo por megaparsec com 2,4% de incerteza.

 A medição significa que, para cada 3,3 milhões de anos-luz de distância da Terra, parece que uma galáxia está se movendo 73 quilômetros por segundo mais rápido devido à expansão do universo. O novo valor varia do número anterior de 67, que foi baseado em observações do satélite Planck.



 A NASA também ganhou uma nova visão sobre a matéria escura usando o Hubble e a técnica de lentes. A equipe diz que fez um teste observacional "muito convincente" para o modelo de matéria escura fria e que passou "com cores voadoras". A equipe descobriu que os aglomerados de matéria escura alteram o brilho e a posição aparentes de cada imagem distorcida do quasar. A equipe diz que é incrível que, após 30 anos de observações, o Hubble ainda permita visões de ponta na física fundamental.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.