Programa NASA SHIVVER testa novas maneiras de manter o combustível frio


Enviar seres humanos para o espaço é um grande desafio, com o ambiente sendo extremo. Para missões no espaço, como a missão Artemis na Lua, os astronautas precisarão levar consigo líquidos como combustível e suporte à vida. Os líquidos são armazenados em temperaturas criogênicas que variam de -243 a -423F. Um dos grandes desafios da NASA é como impedir que esse combustível ferva à medida que a sonda se aquece.


 A NASA ressalta que qualquer propulsor que evapora não pode ser usado pelo foguete e diminui a eficiência desse foguete. A NASA está analisando uma série de tecnologias destinadas a reduzir a fervura no projeto eCryo. Para testar a tecnologia em uma escala relevante, a equipe construiu um grande tanque propulsor criogênico com mais de 13 pés de diâmetro.

 O tanque é chamado SHIIVER ou equipamento de avaliação de interceptação de calor estrutural, isolamento e vibração. Possui isolamento de multicamadas e canais de refrigeração a vapor para minimizar o calor que entra no tanque de armazenamento. O sistema também possui medidor de massa por radiofrequência, uma ferramenta projetada para medir os níveis de fluidos com precisão no espaço.

 A NASA executou testes de vácuo térmico no SHIIVER dentro da instalação de propulsão no espaço da Estação Plum Brook da NASA para avaliar os benefícios do resfriamento a vapor e do desempenho de múltiplas camadas para condições no espaço. O primeiro teste a vácuo mostrou uma redução total de calor de mais de 55% em comparação aos projetos atuais.

 A equipe também testou o sistema com a câmara de teste acústica mais poderosa do mundo para simular um ambiente de lançamento para garantir que os recursos de gerenciamento térmico pudessem sobreviver ao lançamento. Os testes foram concluídos em janeiro e a equipe está ansiosa para testar no espaço no futuro.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.