Sonda MAVEN da NASA descobre camadas e fendas na ionosfera de Marte Download MP3• Elite Music - Walcyr News

Ads link

Sonda MAVEN da NASA descobre camadas e fendas na ionosfera de Marte

A sonda MAVEN da NASA descobre camadas e fendas na ionosfera de Marte

A NASA mantém a sonda MAVEN em órbita em torno de Marte há muito tempo, estudando o Planeta Vermelho em detalhes. A NASA relata que o MAVEN descobriu "camadas" e "fendas" na parte eletricamente carregada da atmosfera superior (a ionosfera) de Marte. Esse fenômeno é muito comum na Terra e causa interrupções imprevisíveis nas comunicações de rádio.


 A ciência não entende completamente o fenômeno porque eles se formam em altitudes "muito difíceis" de explorar na Terra. A descoberta inesperada das camadas e fendas em Marte permite aos cientistas explorar e entender melhor os fenômenos. Os cientistas dizem que na Terra as camadas são tão próximas que podem ser detectadas por qualquer pessoa com um rádio, mas ainda são misteriosas.

 A NASA diz que qualquer pessoa que seja a estação de rádio favorita já encravou ou foi substituída por outra estação; o problema provavelmente foi causado por camadas de plasma eletricamente carregado na região mais alta da ionosfera. As camadas se formam repentinamente e duram várias horas, agindo como espelhos gigantes. Eles fazem com que sinais de rádio de longe reflitam no horizonte, onde podem interferir nas transmissões locais.



 Essas camadas também podem causar interferência nas comunicações de rádio de aeronaves e navios e podem cegar o radar militar. Na Terra, as camadas de uma altitude de cerca de 60 milhas, onde o ar é muito fino para as aeronaves voarem. Ao mesmo tempo, a atmosfera é muito densa para qualquer satélite orbitar lá. A área só pode ser alcançada por foguetes, mas as missões são limitadas a dezenas de minutos.


 Em Marte, o MAVEN pode orbitar em altitudes mais baixas e pode experimentar diretamente o recurso. Um dos instrumentos do satélite detectou recentemente picos inesperados e repentinos na abundância de plasma, enquanto o MAVEN voava pela atmosfera. Até agora, a MAVEN descobriu que as camadas também possuem fendas "opostas ao espelho", onde o plasma é menos abundante. O estudo das camadas em Marte ajudará os cientistas a aprender sobre os fenômenos na Terra.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.